Bem-vindo
Espero que as informações sejam sempre de utilidade prática e um alerta para que se preserve o nosso bem maior, a saúde.

A morte de D. Ruth Cardoso traz a tona o tema coração, como acontece sempre que alguém de vida pública é acometido por esta doença. As doenças cardiovasculares são as líderes de causas mortis e de gastos no Brasil e a expectativa é que como nos outros países em desenvolvimento esta mortalidade triplique por aqui nos próximos anos enquanto, aumentara em torno de 15% nos paises desenvolvidos.

A mortalidade por estas doenças também é a principal causa nas mulheres e são mais presentes na proporção do dobro do que todas as formas de câncer feminino reunidas. Ou seja, é muito mais provável que uma mulher morra de causas cardiovasculares do que de câncer de mama. No entanto as campanhas de prevenção para o câncer de mama são conhecidas por todos nós e as de esclarecimento e combate para os fatores de risco cardiovasculares?

Comer bem

De acordo com a estação:

SOPA DE COGUMELO

(Bianca Haegler, Chef)

 

Ingredientes:

2 xícaras de cogumelo

1 colher de sopa bem cheia de farinha de trigo

2 colheres de sopa com cebola picadinha e salsa

½ xícara de cenoura ralada

2 colheres de sopa de margarina cremosa

creme de leite light

tempere a gosto

2 litros de caldo de galinha natural

 

Modo de Preparo:

1) Derreta a margarina cremosa, adicione a farinha de trigo, cebola e cenoura; adicione o cogumelo em fatias.

2) Junte o caldo de galinha natural e cozinhe a sopa. Sirva com uma colher de creme de leite light por cima.

 

Rendimento: 6 porções

 

 

Saiba o que fazer...

> A American Heart Association acaba de lançar recomendações a respeito da obesidade que não é só crescente nos Estados Unidos, mas também no Brasil. Está sendo dada ênfase diferentemente ao combate do tabagismo, de que a comida não é o mal, mas que seu consumo inapropriado pode vir a ser. Estimular as pessoas a comerem porções menores e definitivamente terem uma atividade física regular é o pilar das recomendações. Nada de novo, porém de eficácia comprovada, sem os risco das formulas milagrosas.

 

Previna-se


> Já é conhecida a evolução pior da mulher com obstrução de coronárias em relação ao homem, também no diagnóstico existem diferenças. O teste de esforço, por exemplo, além de contar com uma capacidade física menor, sintomas atípicos apresentam 30% de falsos positivos, ou seja, testes com suposta isquemia que não existe.

 

> A Fibrilação Atrial é um tipo de alteração de um ritmo do coração que é cada vez mais observada no consultório. Esse tipo arritmia pode diminuir de 20 a 30% a performance do coração, mas é absolutamente compatível com a vida desde que se tomem as precauções adequadas. Hoje se discute quando indicar uma forma de cateterismo chamada ablação para tratar este tipo de paciente. Recentes estudos mostram a possibilidade de mortalidade com este procedimento de 0,5% e de 5% a 6% para sérias complicações como fistula átrio esofagiana, necessidade de colocação de marca passo cardíaco, etc. 77% dos pacientes submetido a este tipo de procedimento apresentam resultados positivos 1 ano após o mesmo. Existe concordância de que pacientes assintomáticos ou com mais de 75 anos não tem indicação inicial para este tipo de tratamento.

 

> Estudos recentes mostram a importância de se combater além da fração LDL colesterol (chamado ruim), deve-se também ter atenção no HDL (chamado bom) que deve ser alto. Várias pesquisas procuram no momento uma substância que eleve significamente esta fração do colesterol. No momento é sabido que a atividade física, vinho tinto/bebida alcoólica, emagrecer aos que estão acima do peso, parar de fumar são métodos bastante eficazes para este fim.

 

> No Brasil um em cada três adultos tem pressão alta, porém somente 50% estão diagnosticados, 40% estão tratados, mas somente 10% estão controlados. A pressão arterial quando não está nos níveis adequados, mesmo que não traga sintomas, apresenta risco iminente para órgão como: coração, cérebro e rins. Ou seja, estes pacientes têm sérios risco de acidente vascular cerebral, infarto agudo do miocárdio e falência dos rins.

 

> Dois métodos estão sendo muito utilizados na detecção de artérias obstruídas por placas de gorduras em pacientes de baixo risco homens a partir de 45 anos e mulheres a partir de 55.  A ultra-sonografia das artérias carótidas é um parâmetro de fácil realização e baixo custo que pode ser utilizada para detecção e acompanhamento desta doença e influenciar nas indicações de tratamento do colesterol. Outra opção mais moderna, porém cara é a angiotomografia de coronárias, este método permite em poucos segundos e com uma injeção de contraste na veia, avaliar a presença de cálcio nas artérias coronárias e a própria presença de placa de gordura obstruindo o fluxo de sanguíneo desta artéria. Este último método ainda expõe paciente de grandes doses de irradiação, mas a cada dia que passa começa a substituir, mais e mais, o cateterismo como diagnostico para alguns pacientes.

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológico LTDA |* Todos os Direitos reservados.