A hipertensão arterial e o tabagismo são os responsáveis pela maioria das mortes passíveis de prevenção nos Estados Unidos.

 

Se você faz exercícios para melhorar seu metabolismo e  prevenir diabetes, você deve evitar o uso de vitamina C ou E, diz um estudo recente.

 

————————————

 

Comer bem

 

FILÉ DE BADEJO COM CROSTA DE TUCUPI E PÉROLAS DE CURRY

 

INGREDIENTES:

 

4 filés de 200 gr de badejo (ou cherne)

4 batatas médias

100 gr de farinha de mandioca com tucupi (se compra em mercados de produtos nordestinos)

4 tomates bem maduros e firmes

30 ml azeite extra virgem de oliva

50 gr de tapioca

20 gr de curry

100 ml caldo de peixe

40 ml creme de leite fresco

30 gr de manteiga sem sal ,100 ml de água mineral a temperatura ambiente

sal e pimenta a gosto

 

MODO DE PREPARO:

 

Dourar os filés de peixe no azeite de oliva até ficarem quase prontos e deixar separados. Deixar de molho as pérolas de tapioca com o curry dentro do caldo de peixe, até hidratarem. Cozinhar levemente até ficarem macias porém firmes. Quando todos os ingredientes estiverem prontos colocar no forno aquecido a 140 graus durante 5 minutos para terminar de assar o peixe.

 

MONTAGEM DO PRATO:

 

No meio do prato dispor primeiramente as pérolas de tapioca com o curry, corrigir a cremosidade com um pouco de creme de leite fresco, se necessário engrossar este molho. Levar numa frigideira ao fogo até ficar na justa textura, separar o molho pronto e manter quente. Colocar a farinha de mandioca previamente salteada com a manteiga para moldar uma pequena casca por cima do peixe, (tendo uma salamandra para gratinar) gratinem o peixe, na falta levar novamente o peixe ao forno bem quente (200 graus) para dourar a crosta de tucupi, montar  no prato de servir colocando previamente o molho de tapioca e curry bem quente no centro do prato e colocar por último o filé de peixe.

 

 

 

Para você saber…

 

> Pacientes com anemia quando são acometidos por um infarto agudo do miocárdio, têm mortalidade maior.

 

> Recente estudo mostra que praticamente todos os remédios para baixar a pressão em hipertensos são eficazes para prevenir eventos coronarianos e acidentes vasculares cerebrais.

 

> Outro estudo relacionou o aumento do uso de STENTS  farmacológicos com o aumento de infarto agudo do miocárdio, provavelmente pela complicação de trombose em alguns STENTS. Isso constitui em torno de 8% do total de infartos. Estes números podem ser menores de acordo com o emprego de STENTS mais judiciosamente.

 

> A incidência e prevalência de diabetes está aumentando no mundo inteiro. Isto acontece em paralelo com as mudanças dos hábitos de vida e com o envelhecimento da população e com forte ligação com o aumento da obesidade. Estima-se que pelo ano de 2030 o número de diabéticos exceda 350 milhões. Este já é um mercado que movimenta 25 bilhões de dólares.

 

> Uma interessante análise mostrou que homens mais altos e que ganham mais peso chegando à obesidade são mais sujeitos a uma arritmia cardíaca  chamada fibrilação atrial, cada vez mais comum nos dias de hoje.

 

 Previna-se


> Clínicos Gerais e Médicos de Família costumam colocar a culpa de não normalizar a pressão arterial em hipertensos nos próprios pacientes , como pelo uso inadequado e continuado da medicação, mas não é isso que os estudos têm mostrado. Boa parte das vezes é o médico que não usa adequadamente as armas disponíveis para atingir os níveis recomendados de pressão arterial , que deve ser menor ainda em diabéticos e em pacientes com insuficiência renal.

 

> A Angiotomografia computadorizada têm se provado um bom instrumento para afastar a possibilidade de obstruções coronárias e até doença coronariana aguda em 50% dos pacientes de risco baixo e intermediário.

 

> Recentes estudos têm demonstrado que o sal de remédio chamado Omeprazol não deve ser usado concomitantemente com o antiplaquetário chamado Clopidogrel, muito usado em pacientes pós-infarto ou que  tenham implantado um STENT.

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológico LTDA |* Todos os Direitos reservados.