Ano II  - número 2 - Fevereiro/2010

 

 

 

 O uso da angioplastia ou stents para corrigir obstruções importantes das artérias carótidas tem índice de sucesso sem complicações, variando de 0,9 a 9,3% dependendo da experiência do médico que  realiza o procedimento.

 

Comer bem

 

 

 

Para você saber...

Recomendações 2010 sobre a altitude e o coração :

 

> Classificação das alturas – baixa : do nível do mar a 1500 metros, moderada de 1500 a 2500 e alta acima de 2500.

> Para todos recomenda-se atividade um pouco menos intensa que o habitual nos lugares mais elevados. É importante um tempo de acomodação; a ascensão ,se possível, deve ser lenta, diminuir o consumo de álcool e aumentar a hidratação.

> Teste ergométrico em pessoas acima de 40 anos que pretendam realizar atividade física acima de 2500 metros.

> Pacientes cardíacos sem doença grave e estáveis podem fazer atividade física, na altitude moderada a alta, mas não os com insuficiência cardíaca. Aqueles com arritmias como fibrilação atrial a ascenção rápida pode aumentar o número de batidas do coração.

> Grandes altitudes devem ser evitadas para aqueles com doença cardíaca congênita não corrigida,  infarto a menos de 2 semanas ou cirurgia cardíaca a menos de 3 semanas.

> Não devem se exercitar acima de 1500 metros pacientes com qualquer doença do coração não compensada. Os moderadamente compensados devem limitar-se a altitudes até 1500 metros. Pacientes cardíacos podem se cansar mais na altitude.

> Marca-passos cardíacos não sofrem qualquer alteração de funcionamento nos lugares mais altos.

 

 

  Previna-se


> Prevalência de obesidade em crianças e adolescentes americanos entre 6 e 10 anos quase triplicou; entre 12 e 19 anos mais do que triplicou  quando comparado o final dos anos 70 com 2006. Para os adultos homens quase triplicou e nas mulheres mais do que duplicou.

 

> Interessante estudo mostra que amamentar traz benefícios a saúde não só do bebê mas também da mãe ao longo da vida. Mães que não amamentam seus bebês por pelo menos 3 meses,  tem 4 vezes mais chance de ter calcificação na aorta e 3 vezes mais cálcio nas artérias coronárias ( o que representa uma grande possibilidade de obstrução destas).

 

> Percentual de meninos americanos entre 12 e 19 anos fazendo atividade física no nível recomendado é de 11% e de meninas 4,5%, ou seja muito aquém do desejado. E no Brasil ?

 

> 3% das mortes súbitas em Sevilha foram de causas cardíacas, principalmente infarto agudo do miocárdio, devido ao consumo de cocaína. Isto é verdadeiro  mesmo para o consumo de pequenas quantidades ou uso esporádico. Isto aconteceu 7 vezes mais em homens do que em mulheres. Um dos achados é a aceleração do processo de depósito de placas de gordura nas paredes das coronárias. Outro fato importante é que o tabagismo concomitante ao consumo de cocaína piora as condições de suprimento de oxigênio ao músculo cardíaco, piorando em muito os riscos.

 

> Mais uma sobre peso corporal: estudo sueco que seguiu 1.758 pessoas acima do peso ou obesas por 30 anos mostrou um maior risco de morte e eventos cardiovasculares mesmo sem a presença de outras alterações como pressão alta, anormalidades na glicose, etc.

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológico LTDA |* Todos os Direitos reservados.

COUS COUS DE QUINOA COM CAMARÃO E PALMITO PUPUNHA ( chef Christiano Ramalho/Boteco 66)

 

Ingredientes:

para 2 pessoas;

 

400g de quinoa em grãos

8 camarões médios descascados e limpos

1/2 pimentão vermelho médio

1/2 pimentão amarelo médio

1/2 pimentão verde médio

1 bastão de palmito pupunha

1 cebola roxa média

200ml de azeite

1/2 pimenta dedo de moça ( opcional )

50g de gengibre descascado e ralado

1 litro de água filtrada

Salsa e sal a gosto

 

Modo de preparo:

Cozimento da quinoa: ferver a água, colocar a quinoa por 8 minutos para cozinhar, mantendo uma consistência firme. Escorrer e lavar rapidamente em água fria. Reservar.

Cozimento dos  camarões: temperá-los com sal, regar com 50ml de azeite e levar ao forno em uma assadeira. Assar por 10 minutos a 200 graus. Reservar.

Finalização: cortar os pimentões em cubos pequenos, a cebola em tiras finas, o palmito em cubos, misturar a quinoa, o gengibre, o azeite (Opcional:  a pimenta em rodelas ou em cubinhos sem a semente para diminuir a potência ). salpicar a salsa picada, verificar o sal. Colocar na geladeira por pelo menos 1 hora.

Para servir: com a  ajuda de um aro de inox ( ou forma de empada ) enformar o cous cous de quinoa e colocar no meio da travessa. Desenformar e colocar o camarão quente envolta da quinoa, tendo, assim,  um contraste entre o frio e o quente. Enfeitar com um ramo da salsa e um fio de azeite enm volta do cous cous.

 

Dica para adocicar e amolecer um pouco o pimentão: leve-o à chama do fogão até ficar preto. Em seguida,  coloque em um pote e feche bem. Depois de uma hora, é só retirar a pele facilmente com a mão, lavar  os resíduos de queimado e cortar em cubos.

A cebola : levá-la rapidamente a uma frigideira quente com azeite, só para amolecer. Depois misturar junto com os demais ingredientes.