Ano II  - número 4 - Abril/2010

 

 

 

 

Num acompanhamento de 2 anos verificou-se que a flutuação do peso corporal em indivíduos dentro da faixa de peso adequada está associada com maior risco de eventos cardiovasculares, como os obesos.

 

Pacientes portadores de enxaqueca tem maior risco de eventos cardiovasculares e apresentam mais diabetes, hipertensão e colesterol alto quando comparados com os que não apresentam enxaqueca.

 

 

 

Comer bem

 

 

 

SALADA DE BACALHAU

 

Para 5 pessoas

 

 Ingredientes:

 

400 g de Bacalhau (seco e desfiado)

1 alface frisada

1 alface radiccio

3 endívias

1 molho pequeno de rabanete

1 alface americana

1 maçã vermelha sem casca em juliana

1 pimentão vermelho sem pele em juliana

100g de azeitonas pretas sem caroço

1 pacote de broto de alfafa

1 cebola roxa em juliana

1 colher de coentro picado

 

Decoração:

1 molho de cebolinha verde

1 pacote de minitomates

 

Molho:

2 dentes de alho em purê

2 colheres de mostarda Dijon

4 colheres de maionese light

4 colheres de azeite

3 colheres de vinagre branco

1 colher de salsa crespa

5 colheres de vinho branco seco

Sal

Pimenta-preta a gosto

 

Modo de fazer:

 

Misturar a maçã, as azeitonas, o bacalhau, a cebola roxa, o coentro, metade da maionese e reservar. Lavar bem as folhas, dispor no fundo de cada prato as endívias e fazer um mesclun com as outras verduras. Colocar no fundo do prato  e o bacalhau preparado em cima. Decorar o centro com a cebolinha verde e minitomates. Misturar todos os ingredientes do molho e temperar a gosto.

 

 

 

TRAZIDAS DO AMERICAN COLLEGE OF CARDIOLOGY - ANNUAL MEETING 2010

 

 

 > Estudo mostrou que apesar dos níveis desejáveis de pressão arterial em diabéticos serem mais baixos do que para os não diabéticos,se a pressão abaixar em demasia isto pode ser prejudicial. Ou seja, mais baixo sim, mas não muito.

 

 > Pacientes selecionados agora vão poder reparar uma insuficiência mitral sem cirurgia, via cateterismo. Não é para todos os casos.

 

 > A síncope (desmaio) é um evento relativamente comum e 20 a 30% é devido a hipersensibilidade das carótidas, o que pode ser de fácil diagnóstico.

 

> Em pacientes com fibrilação atrial, alteração do ritmo cardíaco cada vez mais comum principalmente em idosos, quando a opção de tratamento for somente o controle da freqüência cardíaca esta não precisa ser muito baixa.

 

 > Muito comum entre naturalistas, o uso da coenzima Q10 ainda não apresentou resultados científicos definitivos e não está recomendado seu uso para o tratamento do colesterol alto.

 

> Pacientes diabéticos acima de 40 anos deveriam fazer uso de uma estatina (remédio que abaixa o colesterol), mesmo se tiverem colesterol normal.

 

 > A presença de história familiar de doença coronariana em pacientes jovens (homens antes dos 55 e mulheres antes dos 65), aumenta em 2 vezes o risco de seus familiares.

 

 > Diminuir o LDL colesterol ou a glicose no sangue diminui em 5 minutos a formação de um trombo sanguíneo causador dos infartos no coração. Este é mais um ponto na necessidade de tratamento adequado das doenças do coração que sempre necessitam de um cardiologista.   

 

>  O tratamento da pressão alta e do colesterol alto é claramente efetivo também nos idosos mesmo acima de 80 anos. Porém os estudos verificaram que estes pacientes, potencialmente de maior risco, não recebem todos os medicamentos que deveriam receber ou mesmo  o controle é feito menos adequadamente nestes pacientes.

 

 > Vários novos medicamentos estão em estudo para substituir o uso de anticoagulantes orais em pacientes com fibrilação atrial ; o ponto central é maior proteção com doses fixas e sem a necessidade de dosagem regular do tempo e atividade de protrombina (TAP) para controlar adequadamente a dose do medicamento mensalmente.

 

> Estudo mostrou que a recorrência de fibrilação atrial assintomática ou não entre os tratados com ablação comparados com aqueles que só usaram medicamentos após 12 meses foi semelhante.

 

> Diminuir o excesso de bebida alcoólica pode diminuir em até 50% os triglicerídeos e aumentar a atividade física também traz o mesmo benefício, só que entre 10 a 40% de diminuição.

 

 > Diminuir o excesso de calorias na alimentação pode diminuir o LDL colesterol entre 5 e 20%.

 

> A duração do diabetes tem grande influência na capacidade dos medicamentos melhorarem o prognóstico cardiovascular dos pacientes. Portanto quanto mais precoce é feito o diagnóstico e iniciado o tratamento maiores as chances de benefício a longo prazo.

 

> Tabagismo estimula a ruptura de placas de gordura nas coronárias provocando infartos e também propicia a formação de trombos sanguíneos.

 

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológico LTDA |* Todos os Direitos reservados.