Ano II  -  número 10 - Outubro / 2010

 

 

 

Melhores hospitais Americanos 2010/2011, ordem decrescente:

Johns Hopkins, Mayo Clinic, Rochester, Minn.; Massachusetts General Hospital, Boston;  Cleveland Clinic, Cleveland;  Ronald Reagan UCLA Medical Center, Los Angeles; New York-Presbyterian University Hospital of Columbia and Cornell, New York; University of California, San Francisco Medical Center; Barnes-Jewish Hospital/Washington University, St. Louis; Hospital of the University of Pennsylvania, Philadelphia; Duke University Medical Center, Durham, N.C.; Brigham and Women's Hospital, Boston; University of Washington Medical Center, Seattle; University of Pittsburgh Medical Center e University of Michigan Hospitals and Health Centers, Ann Arbor.

 

 

 

 Comer bem

 

Soufflé de Frango Curry

(Kátia Vita—Gourmet baiano-ipanemense do mundo)

 

Ingredientes:

 

160 g de peito de frango

40g de farinha

4 ovos

40 g de margarina light (10 g para passar na forma)

leite desnatado 500 ml

40g de queijo parmesão ralado

2 pitadas de curry em pó

sal  e pimenta a gosto

 

 

Modo de Preparo:

 

Cozinhe os peitos de frango em uma frigideira antiaderente, virando-as regularmente por 10 minutos. Deixe esfriar, corte em pedaços pequenos e coloque-os em um processador para picá-los em pedaços pequenos e homogêneos.

Pré-aqueça o forno a 210 ° C.

Em uma panela, derreta a margarina em fogo baixo. Despeje a farinha de uma só vez e cozinhar 2 minutos, mexendo. Retire do fogo.

Separe gemas e claras.

Adicione 2 gemas de ovo, queijo parmesão e o curry à mistura de margarina / farinha. Adicione o sal e a pimenta. Misturar. Em seguida, despeje o leite frio e coloque em fogo baixo.

Cozinhe, mexendo sempre até engrossar. Retire do fogo. Adicione o frango picado, mexa bem.

Bata as claras em neve e incorpore-as delicadamente à mistura.

Unte uma forma de suflê (ou pequenas individuais), despeje a massa e leve ao forno.

Asse 30 minutos sem abrir a porta do forno.

Sirva imediatamente no final do cozimento.

 

 

 

 

 

Previna-se

 

 

 

> Estudo apontou que 25% dos pacientes que tiveram um AVC param ao menos um dos seus medicamentos mandatórios para se evitar novo evento, em 3 meses. Para este mal resultado, contribuiu a falta de explicação por parte dos médicos, de para que servia cada medicamento prescrito. 

 

.> Mais uma sobre a barriga ou “pneu”, numa avaliação de mais de 100.00 homens e mulheres com 50 anos ou mais, constatou-se que ter barriga aumentada não é um problema estético. Está associado com maior mortalidade e estes tem maior frequência de doenças cardíacas, respiratórias e câncer.

 

> O acompanhamento de 307 pessoas fazendo uma dieta com baixa gordura ou baixo carboidratos, mostrou que ambas foram efetivas em diminuir o peso, mas a baixa em carboidratos foi mais efetiva em elevar o HDL colesterol, conhecido como o bom colesterol.

 

> Uma análise de 11.921 pessoas (88% mulheres), fazendo uso de medicamentos para suplementação de cálcio, mostrou um aumento de 30% na incidência de infarto do miocárdio nestes. Neste momento a suplementação de cálcio através de medicamentos tem indicação controversa na prevenção de fraturas e parece aumentar o risco cardiovascular. Talvez a ingestão de alimentos ricos em cálcio como sardinha, leite desnatado ou  yogurt possa ser uma melhor opção.

 

> O acompanhamento de 3.258 jovens entre 20 e 35 anos por 20 anos, mostrou que aqueles que não tinham os níveis de gordura no sangue em níveis ótimos desenvolveram muito mais cálcio nas coronárias ao longo dos anos, o que está intimamente ligado a presença de placas de gordura obstruindo o fluxo de sangue.

Prevenção começa cedo. 

 

Para você saber...

 

 

 

> Um acompanhamento de 5 anos de pacientes que tiveram um STENT implantado em suas coronárias, mostrou um índice de complicações ao longo deste período de 20,3% quando o STENT implantado era farmacológico e de 33,5% quando era do tipo comum. A evolução foi pior nas artérias mais finas ou nas lesões mais longas.

 

> Estudo realizado no Reino Unido mostrou que uma queda brusca na temperatura aumentou o risco de infarto em idosos. Para cada 1 grau Celsius de queda há um aumento de 2% na possibilidade de um infarto no coração

 

> Um sistema de computação instalado num hospital americano diminuiu o índice de prescrições inapropriadas de  11.56 por dia para 9.94. Ainda é alto.  

 

 

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológicos LTDA |* Todos os Direitos reservados.

 

 

 

 

  TRAZIDAS DO CONGRESSO

 

 

 

> Na Europa praticamente 80% dos pacientes estão em tratamento para o colesterol alto, mas somente metade deles atinge os níveis recomendados. Isto também é verdadeiro para os com obstruções de coronária (55%).Tratar sem obedecer as metas recomendadas mundialmente pode trazer somente despesa e nenhum beneficio.

 

 

> Dietas com o uso de goma guar (fibra alimentar solúvel de origem vegetal) são efetivas para diminuir o mau colesterol (LDL).  

 

 

 

 

 Comer bem

 

 

Moqueca de Camarão

(Kátia Vita—Gourmet baiano-ipanemense do mundo)

 

 

Ingredientes:

 

 

1/2 kg de camarão médio

 

Suco de 1 limão

 

1/2 xícara de café de azeite de dendê

 

2 cebolas médias cortadas em rodelas

 

1/2 xícara de chá de coentro

 

1/2 xícara de chá de salsinha picada

 

2 cebolinhas verdes cortadas

 

3 tomates cortados em rodelas

 

Sal a gosto

 

1 vidro de leite de coco

 

 

Modo de Preparo:

 

1- Limpar os camarões e temperar com sal e o suco de limão

 

2- Reserve

 

3- Refogue todos os temperos por 15 minutos no azeite-de-dendê

 

4- Acrescente os camarões e cozinhe por 5 minutos com a panela tampada

 

5- Por último, acrescente o leite de coco

 

6- Sirva com arroz branco

1

 

 

 

 

 EUROPEU DE CARDIOLOGIA 2010

 

 

> Estudo mostrou que maratonistas mais velhos não apresentam problemas no coração em decorrência do esporte, alguns apresentam um pequeno aumento do átrio esquerdo sem significado clinico.

 

 

> Avaliação feita nos Alpes tiroleses mostrou que 50% daqueles que sofreram um infarto nas férias de inverno não tinham um mínimo de condicionamento físico para o esforço de esquiar. Mais ainda, 40% das mortes súbitas neste período são de origem cardíaca. Isto é decorrente da associação de altitude, baixas temperaturas e falta de condicionamento físico.

 

 

> Na abertura do Congresso Europeu de Cardiologia, hoje o maior congresso de cardiologia do mundo, o presidente da sociedade chamou atenção sobre a necessidade de uma boa alimentação para se evitar as doenças cardiovasculares.

 

 

> Nos Estados Unidos nos anos 70, 5% das crianças entre 2 e 5 anos eram obesas e no começo deste século este percentual aumentou para 20%. Estas crianças obesas em 50 a 80% dos casos serão adultos obesos.

 

 

> Estudo mostrou uma evolução semelhante em relação à morte e eventos cardíacos em pacientes  que só trataram as principais obstruções de coronária em relação aos que trataram todas. Ou seja, nem sempre é necessário desobstruir todas as artérias com problemas.

 

> O exercício vigoroso se mostrou mais eficaz em relação as doenças cardiovasculares do que o moderado, mas estes benefícios podem demorar meses ou anos para aparecer. Ou seja, é necessário se fazer regularmente e ao longo da vida.

 

 

> Pressão alta e colesterol alto são os fatores encontrados em 81,3% e 70,4% dos pacientes com doença cardiovascular respectivamente e aqueles que já tiveram um evento são os mais propensos a ter novamente se não estiverem adequadamente tratados e acompanhados.

 

 

> Deficiência de ferro no sangue em pacientes com insuficiência cardíaca é um sinal de pior prognóstico e deve ser tratado com reposição mesmo na ausência de anemia.

 

 

> Alguns pacientes sem capacidade pra exercitar-se mais vigorosamente parecem se beneficiar com exercícios mais simples como descer um morro ou rampa . Isto deve ser feito por 45 minutos 3 a 5 vezes na semana com uma inclinação razoável. Isto foi eficiente para diminuição da glicose e dos triglicérides.

 

 

> A fibrilação atrial, uma alteração do ritmo do coração cada vez mais comum nos consultórios, pode ser desencadeada pela liberação de adrenalina. Ou seja, situações de muito estresse podem levar a esta arritmia.

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológicos LTDA |* Todos os Direitos reservados.