Ano Ill  -  número 07 -  julho/2011

 

 

 

 

 Um estudo com pacientes asmáticos apresentado na reunião anual da academia americana de alergia, asma e imunologia de 2011, revelou que estes tem o dobro de chance de desenvolver diabetes e 50% mais probabilidade de desenvolver obstruções de coronária que os não asmáticos.

 

 

Crianças com média de idade de 8 anos cujas mães fumaram durante a gravidez tem o bom colesterol ( HDL ) baixo, quando deveria ser alto independente da sua exposição a fumaça de cigarro depois do nascimento.

 

 

Imagens de ressonância magnética cardíaca mostram lesões do músculo do coração em usuários crônicos de cocaína antes mesmo que qualquer sinal maior de presença de doença cardíaca apareça.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comer bem

 

 

Sopa de Cogumelos

(Bianca Haegler—Cordon Bleu)

 

 

Para 4 pessoas

 

Ingredientes:

 

2 xicaras de cogumelo

1 colher de sopa bem cheia de farinha de trigo

2 colheres de sopa de cebola picadinha e salsa

2 colheres de sopa de margarina sem gordura trans

Creme leite light

Tempere a gosto

2 litros de caldo de galinha caseiro

 

 

Modo de Preparo:

 

 

Derreta a margarina, adicione a farinha de trigo, cebola .

Adicione o cogumelo em fatias

junte o caldo de galinha, a salsa e cozinhe a sopa.Sirva com uma colher de creme de leite por cima.

                       

 

 

Previna-se

 

> Estudo mostra que fumar, mesmo por pouco tempo ou em pequena quantidade está associado com obstrução das artérias das pernas em mulheres.

 

> Meninas adolescentes seguidas por 10 anos apresentaram menor ganho de peso entre os 9 e 19 anos, quando assumiram uma dieta estilo mediterrânea, composta por laticínios com baixo teor de gordura, peixe, frango, carnes magras, nozes, frutas vegetais e legumes. Este tipo de alimentação já tinha provado seus benefícios em adultos anteriormente.

 

> Uma revisão de estudos feita pela Harvard School of Public Health mostrou que para cada 2 horas sentado vendo televisão diariamente aumenta o risco de diabetes em 20%, doença cardiovascular em 15% e mortalidade geral em 13%. Também foi levantado que esta atitude está relacionada a hábitos ruins de alimentação.

 

 

Para você saber…

 

> Estudo americano demonstrou que 29% dos pacientes faleceram 1 ano após sua internação por infarto, quando foram levados mais rapidamente para o hospital. Em contra partida aqueles que levaram 12 ou mais horas para chegar ao hospital tiveram uma mortalidade de 35%. Rapidez no início do tratamento é tudo para estes pacientes.

 

> Do Archives of Internal Medicine: os médicos estão prescrevendo medicamentos muito rápido de mais em alguns pacientes, não dando ênfase as mudanças no estilo de vida como atividade física e alimentação saudável.

 

> A remoção cirúrgica prematura (antes dos 20 anos) do apêndice ou das amígdalas está associada a ataque cardíaco prematuro, diz um estudo sueco. O risco foi 44% maior nos que retiraram as amígdalas e 33% a mais nos que operaram o apêndice. No caso das 2 cirurgias num mesmo paciente o risco é ainda maior.

 

> Estudo em pacientes geriátricos mostrou que alguns itens nas prescrições podem trazer efeitos indesejáveis para este tipo de paciente como o uso de inibidores da bomba de prótons (para úlcera não complicada)em dose máxima por mais de 8 semanas ou aspirina para pacientes sem historia ou sintomas de obstrução de artérias coronárias, cerebrais ou das pernas.

 

> Publicado no JAMA, homens mais velhos, mais obesos e mais doentes podem não diminuir a mortalidade quando submetidos a cirurgia de redução do estômago.

 

> Estudo inglês pode trazer um avanço fantástico para a cardiologia. Até agora se acreditava que o coração não tinha capacidade de cicatrização, porém foi descoberto que existem células com esta capacidade no coração e que só precisam ser estimuladas. Isto significaria que poderíamos substituir uma parte morta do músculo cardíaco (infarto) por tecido novo.

 

> Células tronco extraídas por procedimento de lipoaspiração e utilizadas no tratamento de pacientes que sofreram um infarto severo no coração mostraram marcantes reduções do tamanho do infarto e melhora na performance de contração do coração; foi o que mostrou um estudo holandês após 18 meses de acompanhamento de 14 pacientes.

 

 

C A R L O S  S C H E R R  S E R V .  C A R D I O L  Ó G I C O S  L T D A .                 

Rua Visconde de Pirajá, 595 — 1204 — Ipanema — Rio de Janeiro — CEP 22410-003

Site

www.scherr.med.br

E-mail

carlos.scherr@all.com.br
Telefone Consultório

(21) 2294-1544

Celular | Urgências

(21) 8145-8005

Skype

carlos.scherr.serv.cardiologicos

 

Caso deseje RETIRAR seu e-mail desta lista, favor enviar e-mail para:

carlos.scherr@all.com.br no campo ASSUNTO escreva: RETIRAR E-MAIL DO NEWSLETTER


Copyright (C) 2008 *| Carlos Scherr Serv. Cardiológicos LTDA |* Todos os Direitos reservados.